Amadurecer, envelhecer

Quando se tem 15 anos, qualquer estímulo se torna em impulso sexual. Lembro que na escola os meninos andavam todos em bando e quando uma menina passava era aquele reboliço todo.

Ontem caminhando pelas ruas de Botafogo, testemunhei cena semelhante. Só que o bando reunido não era formado por adolescentes e sim por uma turminha já sexagenária. Sentados em volta de uma mesa de bar, bebendo cerveja e comendo moela, os velinhos não resisitiram à mulata que seguia poucos metros a minha frente. – Regina! Carla! Maria Lúcia!, bradavam os senhores, na esperança de conseguirem a atenção da anônima beldade.

 Impávida, ela seguiu sem olhar para o lado.  Mas a conclusão que cheguei é que envelhecemos e nunca amadurecemos. Seremos sempre os garotos tarados da escola. Só que com menos hormônios.

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em cara estranho

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s